Vamos falar?

Vamos falar sobre GRATIDÃO.

Assunto desta sexta-feita, gratidão ou a falta dela a ingratidão.
Complicado o assunto por mais simples que possa parecer o pai google diz: (Gratidão,reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor etc.; agradecimento.), (Ingratidão, caráter, propriedade daquilo que não proporciona resultados satisfatórios, que não compensa o trabalho e esforço despendido ou que se mostra difícil e árduo.).
Ao verbo parece algo simples mas o quanto pode machucar uma pessoa ingrata?
Ao se dispor a resolver um problema, fazer uma doação, uma ação benéfica a outra pessoa e mesmo sabendo o quão bom aquilo foi, a pessoa que a recebe não agradece, não se mostra grata, demonstra muitas vezes desdém, ou lhe coloca na posição de ser “obrigado”, é sua obrigação fazer aquilo como diz meu pai “Não faz mais que sua obrigação” em um seculo que ninguém é obrigado a nada, ainda há criaturas que acham-se dignos que outros lhe sirvam, pessoas com o ego tão superior que entendem que os demais são obrigados a agradar-lhe.

A falta de amor proprio é uma merda, você sempre espera e acredita que o outro vai te reconhecer, mais ou menos assim dessa vez VAI, mas não vai, e ai você continua se anulando eu sei que dar conselho é facil dificil é seguir é ter atitude de fazer algo para mudar.
Eu aprendi com a vida que uma pessoa assim só vai te dar valor no dia que você não estiver mais lá, seja um amigo, um parente, um companheiro, um chefe não importa, exemplo: sofri muito por alguém e no dia que desisti essa pessoa se tornou a melhor pessoa do mundo queria me dar tudo que pedi nos ultimos anos em 1 dia, se tornou gentil, amavel, reconheceu todas as falhas mas era tarde estava tão ferida que perdi o apreço pela pessoa, mas segui e hoje vejo que ter dado a oportunidade para uma pessoa que não merecia nem a minha amizade, foi um erro absurdo, me anulei para que outro florisse.

A ingratidão fere, machuca, destroe a estima, meche com o amor próprio, cria ódio, e sentimentos ruins, não seja casa destes sentimentos, desapega tente fazer coisas por você, faça as coisas que você quisesse que o outro lhe pferecesse.

Não sejamos espelho das ingratidões e indelicadezas que recebemos na vida, não sejamos como tais, palavras tão pequenas como Agradecida, Obrigada, não precisava, você é especial, como tudo muda.

Pratiquemos o reverso das coisas ruins que recebemos.

Sejamos paz.
Sejamos luz.
Sejamos flor.
Sejamos amor.
Sejamos a diferença.

Você tem muita vontade de que alguém lhe de tal presente? compre você mesmo, e lhe presentei quem te ama mais que você?, Sonha em ir em um lugar com alguém mais se recusam? se planeje e vá só, aprenda a ficar bem só e os demais serão apenas companhias, vá ao cinema, ao teatro, restaurantes, museus, shopping faça oque quiser, você não precisa de ninguém que não precise de você.

Você pode gostar de ler também:

Author: Kelly Araujo

Share This Post On
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.